terça-feira, 23 de junho de 2009

FREDERICO BARBOSA

O poeta e crítico literário brasileiro Frederico Barbosa abriu o Café Filosófico na manhã de terça-feira (23) no Café do Theatro Pedro II. A arte poética de Barbosa caminha junto com a paixão pelo futebol. Quando leu a poesia “Ademir da Guia”, o poeta ficou fascinado com a capacidade da poesia em reproduzir com a linguagem o movimento e o drible no futebol.
“O que interessa na poesia é causar impacto, fazendo com que as pessoas vivam os mesmos sentimentos do escritor”, disse o poeta. Barbosa, que nasceu em Recife, declarou o seu amor à cidade de São Paulo e ao ao casamento, por isso se casou inúmeras vezes.

Um comentário:

  1. Juntamente com 52 palestras, esta palestra se encontra em meu blog http://jw-azevedo.zip.net

    ResponderExcluir