domingo, 21 de junho de 2009

Adriana Calcanhotto relata surto pscicótico em Portugal

A 9ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto recebeu neste domingo de manhã a cantora Adriana Calcanhotto para relatar seu primeiro e único trabalho como escritora, o livro “Saga Lusa”. Mediado pela jornalista Carmen Cagno, Adriana conversou por cerca de uma hora com o público no Salão de Ideias, realizado no Theatro Pedro II. A cantora respondeu questões sobre a experiência vivida em Portugal há um ano, quando fazia turnê do show “Maré”. Durante a viagem, a cantora teve um surto psicótico induzido após a ingestão de nove remédios e ficou seis dias sem dormir.
Por conta de uma recomendação médica, que lhe aconselhou a “inventar” coisas para fazer enquanto os remédios perdiam os efeitos, Adriana começou a escrever para passar o tempo. -“O livro tem um pouco do meu temperamento. Exerci através da escrita o meu humor. Comecei a rir de mim mesma. Tive delírios, medo do escuro e de dormir. Saí do verso para a prosa.” – confessa.
No evento, Adriana também confessou que não pretende escrever outro livro. Fã de poesia desde a adolescência, citou Manuel Bandeira e Ferreira Gullar como referências e falou da importância dos poemas e de prosas em sua carreira, que segundo a cantora, lhe ajudam a completar suas canções.

Um comentário:

  1. Juntamente com 52 palestras, esta palestra se encontra em meu blog http://jw-azevedo.zip.net

    ResponderExcluir